Texto - Sala de Novas mídias

Saiba Mais

CÂMERA NA MÃO É FÁCIL. E A IDEIA NA CABEÇA?


Desde que a Internet começou a fazer parte de nosso dia a dia, existe uma grande preocupação em democratizá-la, em estender seu uso para o maior número de pessoas possível. Isso acontece porque ela se transformou num importantíssimo meio de comunicação, oferecendo rapidez e comodidade no envio e no recebimento de informações. Além disso, a grande rede é uma ferramenta única, sem precedentes, que nos ajuda bastante em questões cotidianas, como o trabalho, a busca por conhecimento e o entretenimento.

Mas incluir alguém no universo digital - na chamada “sociedade da informação” - não é apenas deixar disponível um computador com acesso à Internet. Como base dessa inclusão, deve haver uma profunda preocupação com o ser humano, com seu desenvolvimento intelectual, social e espiritual.

Numa sociedade saturada de informações, é preciso sempre estar atento ao que se vê, ao que se lê, ao que se ouve e ao que se deseja absorver disso tudo. Uma pessoa com um computador superpotente e um acesso veloz à Internet pode ser considerada uma “ignorante digital”, se não souber selecionar informações que possam de fato contribuir com sua formação -, consequentemente, com a formação de uma sociedade melhor.

Atualmente, a Internet oferece aos seus usuários um espaço não só de recepção, mas também de criação de conteúdo. Colaborar com uma enciclopédia online, publicar textos em um blog, exibir vídeos no Youtube, discutir qualquer assunto com pessoas do mundo todo, em fóruns ou chats – tudo isso aumenta ainda mais a necessidade de selecionar o que se quer receber e o que se quer transmitir. Nunca uma mídia ofereceu tamanha possibilidade de construir um sistema colaborativo de formação para o ser humano. E todos nós temos um importante papel a cumprir nesse sistema.

Quase todo o mundo pode ter uma câmera na mão e postar trabalhos na Internet. Em contrapartida, para todos nós cresce a importância de ter boas ideias na cabeça e aproveitar, ao máximo, o que as novas mídias podem nos oferecer.


Texto: Henry Grazinoli
Consultoria de Conteúdo: Patrícia Moran e Reinaldo Pamponet